top of page
Buscar

Astigmatismo: tudo que você precisa saber


O astigmatismo é um erro de refração dos nossos olhos. Junto com a miopia e a hipermetropia, o astigmatismo faz parte da vida de muitas pessoas e complica a visão durante o dia a dia. Ele causa dificuldades para ver objetos tanto de longe, como de perto. Isso acontece porque, devido a uma curvatura na córnea, o sistema óptico tem dificuldades em formar um foco central e apenas alguns raios de luz são focalizados na retina. Assim, as imagens são vistas de forma distorcida pelo portador dessa condição.


Muitas vezes, o astigmatismo pode aparecer junto com outros erros refrativos. Inclusive, ele pode aparecer por conta de outros erros como a miopia e a hipermetropia.


Causas do astigmatismo

O astigmatismo pode ser hereditário ou se desenvolver ao longo da vida por diversos fatores. Mas a principal razão causadora do astigmatismo está no formato do olho. Um olho “perfeito” seria como uma esfera perfeita, redondo e com as curvaturas da córnea ideais. Um olho míope, por exemplo, é mais alongado e o comprimento da córnea até a retina é maior. O contrário acontece no caso de hipermetropia, onde o comprimento da córnea até a retina é menor.


Já no astigmatismo, costumamos dizer que o olho não é uma esfera perfeita e a curvatura da córnea se assemelha a uma bola de futebol americano. Portanto, por conta dessa curvatura, os raios de luz focam em diferentes pontos da retina, quando deveria ser em um só. Isso causa o astigmatismo, distorcendo as imagens tanto de longe como de perto.


Sintomas, diagnóstico e tratamento

A maior parte das pessoas que convivem com o astigmatismo se queixa de sensibilidade à luz, visão embaçada, dores de cabeça e vista cansada. Além disso, o astigmatismo pode estar relacionado à doenças como o ceratocone.


Por isso, o diagnóstico é feito com alguns exames e testes de vista por um oftalmologista. O tratamento é feito com óculos de grau e lentes de contato, e também pode ser corrigido por cirurgias refrativas a laser.


Mas para tratar via cirurgia, o oftalmologista deve examinar individualmente o caso e avaliar se o procedimento cirúrgico é o ideal para o paciente.

ความคิดเห็น


bottom of page