top of page
Buscar

Teste do olhinho: quando fazer e para que serve

Já na maternidade, o bebê precisa fazer o teste do olhinho. Conheça o exame que pode evitar diversas doenças ainda na primeira infância.



O Teste do Olhinho, num primeiro momento, consegue detectar anomalias através do reflexo da luz nos olhos do bebê. O exame é feito com as luzes baixas no ambiente, a partir daí o médico, que pode ser o pediatra ou o oftalmologista, direciona uma luz diretamente sobre os olhos do bebê. O resultado prévio é a cor do reflexo dessas luzes. Essas cores podem ser avermelhadas, alaranjadas ou amareladas. O sinal de alerta é ativado quando a cor do reflexo é esbranquiçada ou inexistente. Nesse caso serão realizados outros exames orientados somente por um médico especialista ocular, oftalmologista.


Quais as doenças o Teste do Olhinho detecta?

É importante saber que o TRV ajuda a verificar se há algo de errado na visão das crianças, mas ele não é capaz de dar certeza no diagnóstico de alguma doença. Ou seja, para saber se o bebê sofre de fato com alguma dessas anomalias são necessários outros testes complementares.

O Teste do Olhinho pode prever algumas doenças mais sérias: retinopatia da prematuridade, catarata congênita, glaucoma, infecções, traumas do parto e até mesmo cegueira.


Médicos oftalmologistas são essenciais no diagnóstico de doenças oculares nos bebês

O Teste do Olhinho, em casos mais comuns, é realizado pelo pediatra do bebê. A indicação é que seja realizado por um oftalmologista pois, se encontrada alguma alteração, o especialista já saberá quais exames extras a criança necessitará e assim, agilizando o tempo de diagnóstico e, por consequência, o tratamento correto.


Se você é ou conhece pais de recém de nascidos ou crianças na primeira infância, até os 6 anos, agende sua consulta com o médico oftalmologista o quanto antes, a chave para a saúde é a prevenção!

Comments


bottom of page